segunda-feira, 3 de julho de 2017

Casamento de Julyana e Bruno

Cerimônia: Igreja de Nossa Senhora do Carmo (Antiga Sé) e Recepção: Clube dos Caiçaras


E se o destino decidiu, resistir é inútil.

Eles se conheceram em 2012.

Ele bem que insistiu mas Julyana estava mergulhada na especialização em Dermatologia e nem deu bola.

Bruno foi para Salvador, ficou um ano lá e quando voltou em 2014... Bingo!!!! Reencontro e namoro oficial.

Mais um ano e Bruno recebeu uma proposta de emprego indo para São Paulo.

Dez meses depois de muitas viagens, o pedido e Jujú fez as malas, indo para Sampa ficar pertinho do seu amor na companhia sempre do inseparável Dudu (um pug muito lindinho).

Eu... mais uma vez entrando na vida de duas pessoas lindas no momento mais especial com a nobre missão de realizar essa grande celebração (Organização e Cerimonial) e transformar em realidade o cenário de sonhos deles (Decoração).

A cerimônia foi numa das Igrejas mais lindas do Rio de Janeiro, a Igreja de Nossa Senhora do Carmo - a Antiga Sé.

E toda a pompa foi providenciada para esse casamento que foi simplesmente lindo.

Julyana vestiu um modelo clássico e perfeito da super Solaine Picoli (SP).

Como é lindo uma noiva clássica!


Saia de caimento perfeito, corpo todo bordado, "veuzão", cabelos impecavelmente presos  - tudo a ver com a Igreja tradicional que eles escolheram.

Marcelo Hicho foi nota 100 mais uma vez preparando penteado e maquiagem que terminaram a festa como se ela ainda nem estivesse começado.

Isso é um dos maiores méritos de um profissional de make de noivas.



A música da cerimônia foi entregue ao Maestro Delfim Moreira, com sua orquestra incomparável de arranjos primorosos que fazem até os mais durões se emocionarem.

Que momento mágico esse de um casamento!

Tem mesmo que ser vivido no patamar dos sentimentos.

Noivos, convidados... todos vibrando em um patamar mais elevado. A música, a mítica do templo, a abertura do portal revelando a noiva em seu ápice de encantamento, juras de amor.

Não é à toa que o rito se mantém a séculos resistindo aos tempos modernos.

A própria Igreja de Nossa Senhora do Carmo, capela Real nos tempos de D João VI,  presenciou a coroação de D Pedro I e D Pedro II  e todos os casamentos Reais. Hoje, ela ainda está de pé, recebendo o casamento da Jujú e do Bruno.




A fotografia deste casamentão ficou com Fabrícia Soares que trabalhou bonito e já mandou para mim, as fotos que estou publicando neste post.

Mesmo de mudança e com mil coisas para agitar.

Valeu, Fabrícia!





A festa foi no tradicional clube dos Caiçaras, na Lagoa Rodrigo de Freitas.

Julyana me pediu uma festa com flores brancas e algumas rosas chá.

No mais, móveis clássicos com madeira e toques de dourado.

Segundo a noiva, eu poderia partir da referência de um casamento que fiz no mesmo salão no ano passado.


Mas eu, como já disse aqui, tenho um micróbio incurável da espécie "Criativus Ever" e não consigo me copiar (risos). Fiz a festa da Julyana e do Bruno - única, só deles.

Em geral, nós decoradores partimos de um determinado elemento para criar o todo.

Essa festa foi diferente.
Acho que foi tudo meio ao mesmo tempo.
Uma loucura.
Mas deixei surgir a festa como a própria festa quis. Sim, eu falo com ela (com a festa.Ela tem alma própria. kkkk).

As toalhas bordadas em rechiliê, deram a palavra de ordem para as mesas de convidados que ganharam taças com textura junto às peças de vidro rigado que sustentavam os arranjos florais.

Um pequena festa de desenhos que adorei e foi percebida. Um dos garçons, durante a montagem me chamou e disse:" Nossa, que bacana ficou essa taça, junto com essa toalha e os vasos. "

Entendi o que ele quis dizer.
A interação das texturas! "Touché"!

Para completar o mis en place, sousplats de prata e menus apresentando o desfile de gostosuras que seriam servidos na grande noite pelo buffet de Sônia Tolipan. Menções super especiais ao molho de alho poró que ela preparou para o salmão. Estava divino!!!

Voltando para a decoração, o projeto seguiu com atenção na mistura de elementos. As paredes ganharam cenografia.
Algumas foram construídas especialmente para esse projeto mudando a arquitetura original do salão.

Na semana da festa, ela ainda me pedia coisas.
A noiva? Não!!!! A festa!!! Ela(essa festa) foi muito cheia de ideias.
Ô festa tagarela, gente!!!!! Ri, não.

Algumas são mais calmas. (risos) Essa me acordava de madrugada. Ainda bem que tenho um caderninho na cabeceira para não esquecer no dia seguinte das inspirações noturnas.

A ideia de cobrir as paredes com folhas foi assim... uns dias antes.

Peguei o whatsapp e mandei para noiva. (risos) Tadinha! Uns minutinhos para cair a ficha e tudo aprovado! Ai, como é bom noiva que embala na minha loucura.

Ficou assim, o resultado: um jardim lindo e romântico abraçava a festa.
Para "lacrar", esses espelhos de frame dourada entraram junto com uma luz especial.

Bem..."lacrar" parece a última palavra mas não foi bem assim, não.

Um dia antes e a decoradora aqui ainda queria mais.
Eu convoquei minha "equipe para assuntos especiais" para fazer um pergolado em cima dos doces.

Uma ousadia para essa festa que precisava ser montada num só dia e o pergolado me colocaria em várias etapas além da carpintaria já que eu queria velas penduradas nele e um jardim suspenso de heras e ásteres.


Mas a minha equipe é demais!
Amo vocês.

O pergolado  nasceu e ficou lindo!

Presentinho meu para os noivos que mereciam mais essa "cereja no sundae".

O bolo de cinco andares, uma obra de arte toda trabalhada em rendas e flores e dezenas de bandejas de prata e cristais ofereciam doces de todos os sabores além de chocolates belgas com as mais diferentes pralinés.

A novidade ficou por conta do brigadeiro de paçoca, lançamento da nossa turma da confeitagem que não pára de sugerir novidades.

Afinal, é julho e a paçoca faz parte do cardápio do mês com absoluta aprovação da turma toda.




Os bem casados ficaram em outro ponto. Um móvel só para eles com as bençãos de N. Sra. Senhora cuja imagem foi  trazida pela noiva para essa especial presença.

Coloquei numa cômoda do lounge principal cujas gavetas guardavam um mimo muito lindinho que seria dado a cada convidado: uma bombonier de cristal com balinhas de coco recheadas de brigadeiro.
Cada um levou para casa essa doce recordação do casamento.
E que sucesso de balinhas, hein?!



Os pais da Jujú levaram as balinhas para mim todas guardadinhas em caixas.

Afinal, precisavam ficar na geladeira até sábado.

No dia da festa, eram três mil e novecentas balinhas para colocar  quinze delas em cada uma das duzentas e sessenta bombonieres.

Contamos uma por uma para arrumar tudinho. Mas valeu a pena! Que lindeza de lembrança para os convidados.

Na varanda, um paisagismo caprichado e a opção para quem quisesse sentar-se com um ar fresco e mais natural.

O teto coberto de jarras com velas iluminavam-se num efeito como se as estrelas tivessem comparecido para ver de pertinho o amor dos dois.

Os convidados chegaram com tranquilidade e conforto da Vallet Parking para estacionar.



A travessia entre a portaria social do clube e o salão era feita pela romântica barquinha que cruza o pequeno braço da Lagoa Rodrigo de Freitas que contorna o clube.

De dentro da embarcação, já se podia imaginar o que os aguardava pela visão do projeto de luz especialmente desenvolvido para a decoração desde a área externa (fachada e jardins).

Tenho um apreço especial pela iluminação dos meus trabalhos.

A luz é quem acende a magia do cenário.

Planejo cada lâmpada e cada ponto de posicionamento.







Os noivos entraram no salão e, após as fotos oficiais no bolo, abriram a pista de dança com uma coreografia muito fofa de Cheek to Cheek (Frank Sinatra).

Jujú avisou antes que estava tropeçando no vestido mas pelo que vimos, isso não atrapalhou em nada.






Depois, a turma já invadiu a pista e a festa bombou.

Momento Spicy Girls das meninas aí!

"Who do you think you are?", pedido por elas e atendido pelo DJ Alessandro Freitas.

Dois casais queridos demais aqui na Cerimoniale foram padrinhos: Luciana e Leonardo, Livia e Guilherme.

Fiz o casamento deles.

Foram noivas lindas e inclusive fazem parte do meu livro, o "Elegância na festa".

Que coisa boa revê-los, felizes e poder registrar nessa foto para sempre.

O coração adora e o blog deixa aqui a lembrança.


Jean Roch, grita "Can you feel it????" nas caixas de som e meu staff traz um montão de balões.

O céu da pista se enche de corações vermelhos.

É a festa linda do amor dos dois!!!!
Festa de gente feliz!

Que família bacana. Por favor, agora que a festa passou, não me matem de saudades. Quando vierem ao RJ, me visitem.



I can feel the glory in my dreams.
In my life, I just see you and me.
Together, we can be so strong.

Muita foto, muito beijo, muita dança...festa !!!!

Lá fora, a chuva caía torrencialmente mas o gerador garantia a alegria. Não havia risco de interromper nada.

Pé doendo? Também não era motivo para sentar. Muitas rasteirinhas foram distribuídas.

E vamos de banda. A Johnnys fez seu show também.
Mais bagunça.










Julyana, Bruno:


Enfim 2017!

Quem diria a cinco anos atrás que aquele rapaz que convidou você para sair e recebeu um não, seria o amor da sua vida, hein, Jujú?

Cinco!

Esse é mesmo o número de vocês.

Se conheceram em 2012 (2+0+1+2=5), o pedido de casamento foi no mês 10 (2 x 5), Jujú se mudou para São Paulo para ficar com o Bruno em maio (mês 5) e se casam agora em 2017 (2+0+1+7= 10, de novo, 2x5).

Isso tudo depois de se conhecerem há cinco anos atrás.

Cinco para os chineses é o número do equilíbrio e da harmonia porque é a soma do Ying (2) e o do Yang (3).




Eu desejo que isso seja muito mais para vocês do que uma coincidência ou simbologias.

Desejo que, realmente, o equilíbrio e a harmonia estejam presentes na vida de vocês, que os lados Ying e Yang dos dois sejam soma na relação.

Que Nossa Senhora, lembrada na imagem com os bem casados da festa, os abençoe!

Não esqueçam de renovar os votos daqui a cinco anos!

Faço questão de fazer essa festa.


Beijos




Deixe seu comentário aqui neste post.


Se identifique, siga todos os passos até clicar em publicar.


Confirme ao sistema que você não é um robô.

Clique em publicar outra vez para finalizar.

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Casamento de Fabiana e Antonio

Cerimônia e Recepção: J.W. Marriott



2011!!!!
Esse foi o ano.

Muita conversa e Antonio convidou a Fabiana para passar o Reveillon aqui na cidade maravilhosa, em Copacabana.

Ele a pegou na rodoviária e foram ver o nascer do sol na orla da praia num passeio romântico que definiria há seis anos atrás, o lugar onde se casariam.

Não poderiam mesmo escolher outro bairro para a cerimônia e festa de casamento deles. O mar que viu nascer esse grande amor, agora, testemunharia a cerimônia emocionante celebrada por Jonatha Gerbe.

O primeiro beijo foi só no ano seguinte, em 2012.

Calma (risos)...foi logo na virada, sob fogos de artifícios e muito champagne.

De lá para cá, o destino testou os dois.



Antônio foi trabalhar em Canoas(RS) mas o namoro não esfriou e Antonio conseguiu voltar para MG. Longas viagens entre Ouro Branco e Coronel Fabriciano, fins de semanas maravilhosos e amigos à beça se juntando a eles.

Pronto! Entrei na história e lá fui eu cuidar dessa festa linda que aconteceu no último sábado.

Ficou comigo, a tarefa de organizar, decorar e fazer o cerimonial. Mais algumas coisinhas também (risos).

Fabi e Antonio casaram no J.W.Marriott, com cerimônia na cobertura e o mar de Copacabana ao fundo, como já contei mais acima.

Para esse ambiente, um caminho de espelho que refletia a luz das estrelas margeado com flores baixas, cadeiras branquinhas como elas e a pedra do Leme atrás do celebrante.

Aqueeeeeela pedra onde eles partiram em caminhada em 2011. Duplo sentido(sobre a caminhada) e os dois verdadeiros.

No dia do casamento, o Antonio arrumou a cama assim. Olha que fofo!

Claro que a "Feito de 2" registrou e estou aqui mostrando para vocês.

São pequenos grandes gestos de amor que a gente mostra porque devem, sim, ser valorizados. Mimos e atenções que fazem o amor crescer a cada dia.

Olha a receita aí. Antonio deixando a dica!



 
  

Olha esse flagrante dela seguindo para a cerimônia!

A noiva estava com um sorriso iluminado.

Na crença judaica, acredita-se que a beleza de Deus, se apresenta no rosto da noiva, no dia de seu casamento.

Vou dizer que concordo.

O amor ilumina mesmo e os olhos ganham um brilho diferente.

Fabiana estava com um vestido todo em renda (Adoro!), buquet branquinho (Adoro!), cabelos presos (Adoro!), maquiagem impecável de Wellington Dias (importado de MG para o casamento).

Já viram que eu adorei tudo,né? (risos)


O convite desenvolvido pela design Cláudia Haddad ficou lindo com recorte laser e uma plaquinha dourada para lacrar.

Lacrou!

O cortejo de entrada teve a participação super especial de crianças delicadamente vestidas a moda antiga em branco e azul marinho.

Plaquinhas, balões, bonecas e até um carrinho (uma das daminhas ainda é bebê) fizeram parte.




A chuva que caiu sem dó no início da semana, deu uma trégua no sábado e eles puderam realizar o casamento onde queriam tanto.

Outro momento especial da cerimônia, foi a entrada da imagem de Santo Antonio pelas mãos da mãe da noiva que foi abençoada e irá para a casa de Antonio e Fabiana.







Depois de tanta emoção, hora de celebrar! Um clique no botão do elevador e todos estavam no Wayanna, salão principal de eventos do J.W.Marrriott.

No princípio de nossas conversas, a Fabiana havia me pedido uma decoração branca com rosa, cadeiras douradas etc.

No meio do caminho, acompanhando aqui o blog, ela viu um casamento que fiz também no Marriott que a encantou.

Podemos mudar tudo? Simmmmmmmmm. Sempre!

Ela me pediu:- Quero igual!
Mas Leonardo da Vinci disse que a "Cópia é a mais difícil das artes" e vou dizer que concordo até mesmo quando é cópia de minha própria produção.

Tenho um micróbio criativo que inventa o tempo todo (Graças a Deus!) e foi nascendo a festa da Fabiana e do Antonio; única, exclusiva, só deles.



O trabalho do decorador é mesmo assim. A gente se veste deles...dos clientes. Eles sonham e a gente desenha. Assim é.

Entrou uma toalha novinha, recém lançada e que quando eu vi, pensei na hora...é para a festa deles. Junto com ela, o "link" para os sousplats dourados (a toalha tem detalhes dourados e puxou o enredo) e para as bandejas de doces.

Os candelabros dourados com cristais já se fizeram parte porque a festa me pediu. Ela fala comigo, sabe? (risos)

Para não pesar, sofás em tom skin combinaram com os assentos das cadeiras preparados também para essa festa. Tudo novinho, zerinho.
Em tempo, as cadeiras também. Saíram da fábrica direto para a decoração deles.Elas também vieram equilibrar e dar leveza ao conjunto combinando com os cristais.

Mesclei os modelos de mesas. Algumas eram de espelho e receberam cadeiras medalhão para dar um toque elegante e valorizar o movimento. Afinal, festa toda igualzinha parece restaurante. (risos)



A mesa de doces foi a cena mais fotografada.

Estava mesmo muito fotogênica.

Meu projeto de luz deu atenção especial a mesa de doces assim como tudo que dela fez parte. O paisagismo, as peças que brilharam sob a luz especial, as velas, o bolo, os cristais.

Feita toda em flores e com tampo de espelho, oferecia um desfile de doçuras de parar ali e não sair mais.

Meu carinho e reconhecimento sempre a essa equipe sensacional de confeiteiros que trabalha sério para deleite dos nossos convidados.

Vou mostrar um pouquinho em close do que estava por lá...








A mesa de brownies e bem casados era mesmo de cair o queixo. Um mar de bolinhos deliciosos a escolha de sabor do freguês.

Alí, do ladinho dos outros pecados para qualquer um desistir da dieta.

A pista de dança ficou no lado oposto, com bastante espaço para a bagunça que estava prometida e forrada em sub tom dos assentos das cadeiras e sofás.





Antes de entrar na festa, um retoque na maquiagem, um ajuste na cauda do vestido que agora não pode atrapalhar o baile e mais um carinho do noivo com a Fabi:

Antonio comprou um spray para amaciar sapatos quando viu o tamanho do salto que ela ia usar na festa.

E mais... ele mesmo foi cuidar de colocá-lo antes da entrada deles no salão.

Flagrante registrado, claro!

Vestido pesadão em meio a rendas, bordados e anáguas...vários alfinetes entortados, mas conseguimos.

Fabi prontinha para entrar no salão e dançar a noite inteira com as pessoas mais queridas deles.




Um brinde no bolo, fotos oficiais e já para a pista de dança.

Pensou que tinha acabado as surpresas? Nãooooooooooooooooo.

Antonio presenteou a noiva, agora, sua mulher, com um anel lindão após homenagem emocionada do seu avô. De joelhos!

Tudo muito cheio de emoção nesse casamento.

Vamos dançar! Nosso DJ Alessandro Freitas ( Rastropop) abriu com tudo.






Ô, povo animado! Muito bacana.

Um grupo selecionado. Festa para quem realmente estava "grudado" na alegria deles. Cento e poucas pessoas que vibraram intensamente com os noivos.

Dançaram muito. Comemoraram muito. Fizeram-se presentes de fato em emoção e suor. Todo mundo na pista.

Tanto carinho !!!! Comigo também.
Ai que delícia. Foi muito abraço, gente.

Fabiana, Antônio:

Eu e toda a equipe Cerimoniale desejamos a vocês uma vida cheia de amor, de alegrias, de amigos.

Que aquele passeio a beira mar onde tudo começou, possa se repetir sempre com mais lembranças boas e mais gente de mãos dadas (em breve carrinho de gente miúda também).

Que o cuidado e o carinho com as pequenas coisas do dia a dia nunca se apague porque é dele que se alimentar o amor verdadeiro.

Que eu possa vê-los em breve, em novas comemorações.

Quero saber como andam as coisas, quero ganhar mais beijos assim.

Guardando vocês num lugar especial do coração.

Beijo!!!!!!!!!!!!!







Deixe seu comentário aqui neste post.

Se identifique, siga todos os passos até clicar em publicar.

Confirme ao sistema que você não é um robô.



Clique em publicar outra vez para finalizar.